Não é o ideal, mas é o que tem: Desconectado

Desconectado


Há... Ontem sai de casa e achei que estava leve, achei que eu estava me sentindo diferente. Mas não sabia o porque, na minha mente, minha memória registrava que faltava algo, me alertava, mas minha cabeça não entendeu.

O que eu estou esquecendo?

Depois, já indo para faculdade, percebi. Esqueci o celular em casa. Senti-me por algumas horas desconectado da Matrix, fui para Zion, estava eu entre os humanos conectados, e eu fora, sem tecnologia em mim, sem meios de interação com o cyber espaço.

Fiquei com medo, parecia que eu estava navegando sem norte, engano! Depois eu me situei e percebi o que estava havendo, eu estava fora do mundo moderno, rompi, sem saber, e sem querer, com a conecxão entre mim e a matrix . Simbolizada pela falta de uma ferramenta indispensável do mundo em que vivemos.

Então estava eu fora da matrix, observando como era me sentir leve, me senti livre.

"Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez." - Simone de Beauvoir

3 comentários:

  1. debby do amor divinoter abr 07, 08:34:00 AM 2009

    Uma prissão...Fiquei livre disso durante 12 meses,mais forçada por uma força maior a pedidos da mulher da minha vida Momom, aceitei receber de presente...Mais me sinto presa e viciada a isso...Celular...Texto bom.

    ResponderExcluir
  2. Nossa... eu tb me sinto dessa maneira quando esqueço o celular. É estranho, mas é como se ele fizesse parte de mim e eu nao conseguisse me situar sem ele.

    VOLTEIIIII!
    HEHE

    ResponderExcluir
  3. Fico anos sem receber uma ligação, e mesmo assim, ele é o meu melhor companheiro...

    fotos, musica, jogos... principalmente os jogos. Ele me faz sentir acompanhada.

    Ser sozinha é bom, mas às vezes é chato.

    Concordo com Simone de Beauvoir, mas sabe aquela história de "mal necessário"? É isso.

    ResponderExcluir

palavras ...

Copyright © Não é o ideal, mas é o que tem Urang-kurai